domingo, 21 de fevereiro de 2010

Pobre Sarney

José Sarney dedica hoje a sua coluna semanal na Folha de S.Paulo a fazer um rosário de lamentações em torno da dificuldade de se financiar as campanhas políticas. É, no mínimo, irônico. Eleito pela primeira vez deputado federal em 1954, dono do Maranhão desde a década de 60 quando se elegeu governador, Sarney conhece como poucos os caminhos para se eleger. Escreveu Sarney:

- Se o dinheiro não sai de um financiamento público e não sai de particular, e se uma equipe de marqueteiro e sua parafernália eletrônica não custam menos de 10 milhões de reais, de onde virá o dinheiro? (…) Assim, a democracia, que é barata, fica cara, porque a solução será a porta escusa do caixa dois e seus custos inconfessáveis.

Por Lauro Jardim

Link Original

Um comentário:

francinhazd disse...

caro Zé Reinaldo, aqui em São Domingos do Maranhão essa mulher é tida como uma farsa estamos aqui juntos presentes com a oposição para retirarmos esta trite familia do poder.