terça-feira, 1 de outubro de 2013

RUPTURA E MUDANÇA

Foi mais uma semana fantástica para a oposição. Na última sexta-feira tivemos a filiação de Othelino Neto no PCdoB, muito concorrida e contando com a presença em peso de líderes oposicionistas e no sábado, em Imperatriz, em grande e vibrante reunião popular no ginásio da AABB, Rosângela Curado renunciava a sua filiação governista e entrava com força na luta oposicionista, filiando-se ao PDT.

Rosângela, sem nenhum apoio, quase ganhou a eleição passada para a prefeitura em Imperatriz. Não ganhou porque lhe faltou tudo no final. Possuidora de um discurso forte e envolvente, ela empolga. Conta com uma grande legião de amigos e admiradores entusiasmados, além de um importante trabalho na área da saúde em diversos municípios do estado. Liderança nova e muito forte, tem como característica o contato direto com as pessoas nas comunidades. Sem dúvidas terá um grande futuro na política, se enquadrando muito bem nessa época de mudanças e novas práticas. Ela cresceu muito ao vir para a oposição.

O reconhecimento da importância política de sua filiação levou a Imperatriz presidentes e integrantes dos partidos oposicionistas de inúmeros municípios do estado. Ela é mais uma reforçando a candidatura de Flávio Dino ao governo do Maranhão.

À tarde participamos do movimento “Diálogos pelo Maranhão” com Flávio e muitas outras lideranças políticas da oposição em grandes reuniões em São Francisco do Brejão e em Davinópolis.
Eu acompanho política e eleições há muito tempo. Já vencemos o grupo Sarney em 2006, quando elegemos Jackson Lago governador do Maranhão. Mas o ambiente era muito diferente do que encontramos agora. Em 2006, as pesquisas mostravam Roseana Sarney com mais de 70 por cento e Jackson mal passava dos dois dígitos. Ela e seus jornais alardeavam vitória em primeiro turno. Nós tivemos que sair com três candidaturas a governador para impedirmos que ganhasse no primeiro turno e forçássemos um segundo. Sabíamos que se houvesse um segundo turno, a população passaria a acreditar que poderíamos ganhar e nos daria seu voto. E Jackson Lago venceu a eleição, tomada, depois, pela família Sarney nos tribunais.

Em 2010, com Roseana no governo, também ganhamos a eleição, pois só não houve o segundo turno porque o pleito foi fraudado. A ação que patrocinei, elaborada pelo advogado Rodrigo Lago, não deixava dúvidas sobre isso, tanto que foi acatada pelo Procurador-Geral da Rapública, que pediu a cassação do diploma de Roseana. Nas 32 páginas do seu parecer  ao TSE, ele não deixa a menor dúvida de que a eleição foi fraudada em 2010 e, baseado em grande número de provas, pediu a cassação de governadora. Ela ‘ganhou’, porque houve escandalosa fraude.

Hoje é muito diferente. Por diversas circunstâncias, a população tomou consciência de que a vida pode ser muito melhor, principalmente para seus filhos. O descaso e a indiferença do governo de Roseana Sarney ao sofrimento e dificuldades da população nas coisas mais comezinhas e corriqueiras do dia a dia, além do escárnio que é a propaganda mentirosa do governo, foram levando à revolta. Qualquer um se revoltaria. Hoje o mundo se comunica e as pessoas ficam sabendo que em outros estados as famílias vivem melhor e a vida é mais fácil.

Quem em sã consciência suportaria viver sem acesso à saúde, a um médico, a um exame, ao remédio muito necessário no quotidiano das famílias? E, pior, recebendo um tratamento desinteressado, indiferente, e mesmo hostil, ao simples fato de tentar marcar uma consulta com um médico, coisa que obriga a filas de madrugada e meses de espera. E que se repete ao tentar marcar os exames solicitados pelo médico.

Esse mesmo povo vê a propaganda dos novos e maravilhosos hospitais, mas sabe que eles só abrem no dia da inauguração e que no dia seguinte o prefeito fecha e devolve a chave ao governo, pois não possui condições de prover sua manutenção. Sem planejamento, nada funciona. Faltam competência e interesse real por parte do governo, que faz apenas a obra sem ouvir a população.

Esse exemplo da saúde se repete na educação, no abastecimento de água, no esgotamento sanitário, no recolhimento do lixo, na segurança, no transporte, na falta de empregos, na preparação e treinamento para o trabalho, na falta de assistência técnica para produzir, na justiça, na impunidade e nos maus exemplos dos membros do governo. A revolta é grande.

Esse estado de coisas, aliado à presença da oposição, mostrando que existem outros caminhos, e que existem governos que, trabalhando junto com a população, ouvindo-as na elaboração de seus programas e na fiscalização eficiente dos agentes públicos, fomentou um ideal, uma expectativa de que tudo pode ser muito diferente e melhor.

Com efeito, surge o irreversível desejo de mudança que cresce forte no seio da população. A presença de Flávio Dino, homem sério de discurso forte e passado ilibado, galvanizou esse sentimento. E isto é dominante em toda a parte, pois as pessoas se sentem injustiçadas e querem ‘votar no juiz’.

O vale-tudo e a derrama de dinheiro que o governo, no auge do desespero  para manter o poder, começa a promover até pode enriquecer muita gente esperta, mas não terá força para mudar o destino dessa eleição. Dessa vez o sentimento de mudança é profundo e vem do povo, que é maioria absoluta no estado.

Nisso consiste o sentimento de grande simpatia que a oposição encontra em toda a parte, muito diferente do que Roseana tem encontrado no interior.

Enquanto isso, o senador José Sarney tenta encontrar um Maranhão rico e satisfeito em seus artigos. Parece desconhecer a realidade do povo do seu estado. Ele tenta convencer as pessoas de que os cruéis indicadores sociais do estado divulgados pelo IBGE, IPEA, PNAD, IDH e todos os outros são invenções da oposição do Maranhão. Parece incrível que um homem que foi até presidente da República pense assim e tente reduzir tudo a política partidária. Nunca quis encarar a realidade e, com seu imenso poder, tentar mudá-la. Mesmo quando foi o mandatário maior do país.

O outdoor a que se refere obsessivamente foi apenas uma reação salvadora para chamar a atenção dos senadores para o escândalo que acontecia no senado presidido por ele, que prendia havia três anos a aprovação de um empréstimo do Banco Mundial ao meu governo  para exatamente, pasmem, combate à pobreza. E funcionou, graças a Deus, pois conseguimos a aprovação, mesmo sob os protestos dele e de Roseana Sarney, votos vencidos nesse dia memorável.

Não haver em nenhum momento reconhecido os grandes, imensos problemas do estado, os verdadeiros, impediram a solução. Força foi algo que sempre teve.

Não será um PIB, algo que na verdade está aquém das nossas possibilidades (mas que é o dado que se agarra para tentar justificar que o estado é rico e desenvolvido) que vai mudar a nossa realidade. Ele é fruto da presença aqui da Alcoa, da Vale, da mineradora de ouro Aurizona, que quase nada deixam aqui, mas que aumentam o indicador. Não é isso que vai resolver nossa situação.

Mas o povo sabe muito bem quais são seus problemas. E quer mudança!    

2 comentários:

CarlOS - Sam disse...

Parabéns amigo Zé Reinaldo. Continuo torcendo pelo seu sucesso pessoal e político nesse estado tão belo que aprendi a admirar depois de conhecê-lo a trabalho, e ver suas carências e necessidades contrastando com um imenso potencial de riquezas e sua gente tão bela e humilde! O Maranhão vai mudar com vc e o candidato Flavio Dino com certeza, pois ele é muito maior do que os seus detratores atuais e que se julgam eternizados no poder.

EVAN DE ANDRADE disse...

Senhor Blogueiro Jose Reinaldo Tavares ...


Gostaria que nos ajudasse na divulgação do meu blog, afinal, é só através de uma rede de divulgação entre os próprios blogs que seremos mais fortes e conseguiremos atingir um maior numero de pessoas. O meu blog é http://evandeandrade7.blogspot.com.br/ que tanto reproduz matérias nacionais, quanto, reportagens próprias. Se desejar poderemos também reproduzir as suas postagens. No mais ficaremos gratos pela divulgação do nosso Blog em sua lista de indicações. Sempre firmes!!!

Abraços,
Radialista e Blogueiro Evan de Andrade
http://evandeandrade7.blogspot.com.br/

E-mail: evandeandrade7@gmail.com
para contatos - 98 9782 1643