sexta-feira, 30 de abril de 2010

Aproveitando o silêncio

Há 33 dias o PT do Maranhão oficializou em convenção o apoio à candidatura de Flávio Dino, que vai disputar o governo contra Roseana Sarney. Desde então, fala-se quase diariamente que Lula e o diretório nacional do PT interviriam para garantir que a legenda não fique contra a filha de José Sarney, um dos aliados mais importantes do governo no Congresso. Mas até agora, nada.

Aproveitando-se do silêncio, o PCdoB de Dino, o PT e o PSB instalam hoje a coordenação de campanha. Serão três integrantes de cada legenda. Se não houver nenhuma reviravolta, o PT deve ficar com duas vagas na chapa: uma ao Senado e com a vice. O ex-governador José Reinaldo Tavares, do PSB, completará a chapa ocupando a outra vaga de candidato ao Senado.

Por Lauro Jardim

Link Original

Um comentário:

Alicia disse...

Coisa feia hein PT? Fazendo tudo às "escondidas". O que custa esperar até 15 de maio? É o desespero.