segunda-feira, 14 de junho de 2010

O Adversário não é Lula, é Roseana

Só José Sarney consegue fazer Lula cometer atos terríveis, incompatíveis com a sua biografia. As atitudes e ações de Lula no Maranhão só confirmam isso. Por pedido de Sarney, quando eu era o governador do estado, Lula isolou política e financeiramente o Maranhão, onde não deixava vir nem Ministros. E vejam que o Maranhão era, e continua sendo, um dos estados mais pobres do país, embora houvesse experimentado durante o meu governo e início do governo de Jackson Lago (foi cassado no início do terceiro ano) um período de grande prosperidade.

Pois bem, a pobreza do estado não os comoveu, pois atender Sarney era prioridade para o governo Lula. E esse cerco começou quando Lula pediu-me em seu gabinete que fizesse as pazes com Sarney e eu respondi-lhe que não podia, pois estava sendo massacrado por eles. Daí em diante, tive que me virar, com sucesso, para manter o estado financeiramente equilibrado, já que não podia contar com nenhuma ajuda do governo federal.

Depois, Lula atendeu Sarney e deu força para a cassação do mandato de Jackson Lago que logo em seguida gerou a afronta à Constituição e entrega do governo para Roseana.

Agora mandou anular a qualquer custo a decisão do braço maranhense do PT, que escolheu Flávio Dino e o PC do B (em uma violenta agressão a esse partido, o mais leal historicamente ao PT e a Lula em todos os momentos, bons ou maus) para se coligar para a eleição de governador. E isto sem nenhum motivo legal ou político, pois Flávio Dino é da base do governo e eleitor de Dilma. Só porque Sarney implorou...

Nenhum dos argumentos usados por Sarney e José Dirceu (seu fiel escudeiro na pancadaria e recém-amigo de infância) para justificar a violência não era verídico e era apenas uma tentativa de justificar a agressão ao PT estadual e a essa preferência por Sarney, hoje um nome que tem imensas dificuldades com a opinião pública nacional.

Dizer que um palanque só para Dilma é melhor que dois em um estado em guerra política com a oligarquia chega a beirar o cinismo mais deslavado. É primário e risível. O argumento de que um palanque é melhor que dois só encontra guarida na matemática enlouquecida de Sarney. Evidentemente, o motivo não era esse.

Eu já contei essa história aqui e não vou precisar repetir. Sarney não queria, nem quer o PT. Ele só quer que o Lula possa pedir votos para Roseana, pois sem o presidente é quase impossível que ela se viabilize. O que um pai não faz pela filha mimada, que só quer um brinquedinho para se divertir e no final, enfastiada, entrega o governo para o marido, como foi no passado, ou para o cunhado, como faz agora.

Não podemos, porém, gastar tempo e energia para atacar Lula. Ele não é candidato e não é o adversário a ser batido. O nosso adversário é Roseana Sarney Murad e é nela que devemos focar a campanha.

O Lula que o Brasil todo gosta não é o mesmo no Maranhão, porque Sarney não deixa. E não é aceitável, nem para as pessoas que gostam muito dele, acatarem um pedido para votar em Roseana. Exatamente aquela que, no seu governo anterior, mergulhou o estado na pobreza e na miséria. Roseana não é uma pessoa que possa ser apresentada por ninguém. Todos a conhecem muito bem e não é a toa que é rejeitada por mais de 40% dos maranhenses.

Assim, Lula vai estar na televisão pedindo votos para Roseana, imagem que eles repetirão ao exagero. Todos estão lembrados das eleições de 2006, em Timon, quando Lula pediu votos para “Roseania”... Contudo, o povo maranhense saberá que ali na imagem de sua televisão não estará o Lula pedindo votos para ela. Quem estará no vídeo, disfarçado de Lula, é Sarney. Quem pede para votar na filha é o próprio Sarney e o povo saberá que até um homem como Lula erra e a prova é a idolatria por Sarney.

Eu entendo porque Lula faz o que faz. A culpa é verdadeiramente do Sarney e no fundo não é dele, Lula, porque o senador consegue tudo isso por meio de ameaças veladas de que pode atrapalhar muito o governo do presidente.

Isto fica claro quando examinamos aquela história ocorrida ano passado, quando Lula, cansado de segurar Sarney como presidente do senado, no meio daquela onda de denúncias, falou que não votou no senador e nem votava no Maranhão. O presidente do senado então compreendeu o perigo. Em seguida, o presidente seguida viajou para a Líbia e Sarney chamou Dilma para dizer-lhe que o PMDB não aceitaria a sua saída e que iriam transformar a CPI da Petrobras (que deu força e instalou já prevendo que poderia ter que apelar para valer caso as coisas se agravassem) em um inferno para o governo. Dilma, assustada, ligou para Lula e fez o relato, ao que este mandou dizer que o governo e o PT não abandonariam Sarney, pois ele não era uma “pessoa comum”. E fez mais: determinou que Mercadante voltasse atrás em tudo o que dissera já no processo para tirar Sarney da presidência do Senado. Fatos assim explicam muito...

O que aconteceu última sexta-feira passada foi, sem dúvidas, uma das maiores violências políticas na história deste país. Manuel da Conceição, um homem admirado por todos os maranhenses, uma lenda viva da história do Maranhão, companheiro de Lula na fundação do PT, que sempre lhe tratou com deferência e carinho, foi barrado e não pode entrar na reunião. Não o respeitaram e nem sua história e tampouco a fragilidade decorrente do seu precário estado de saúde.

Ali, Manuel da Conceição foi tratado como adversário político, porque, em carta a Lula, procurou evitar a lambança cruel perpetrada com tantos petistas históricos, como Domingos Dutra, Terezinha e Jomar Fernandes, Bira do Pindaré, Augusto Lobato e tantos outros. Conceição resolveu então entrar em greve de fome e se juntou a Dutra em um ato de coragem, pois a saúde precária não lhe permite o gesto. E quem é o responsável por isso? O responsável é Sarney e sua filha Roseana, que nada respeitam e ultrapassam todos os limites pelo poder.

No sábado estivemos em Colinas, Mirador e Dom Pedro em reuniões enormes e vibrantes. A pré-candidatura de Flávio Dino ganha força a cada baixaria que sofre. No domingo em São Luis tivemos inesquecível encontro com a UJS. Foi fantástica a vibração dos jovens socialistas.

É visível a enorme rejeição de Roseana Sarney em todos os rincões maranhenses. Mesmo com Lula, será muito difícil para ela.

Qual será a próxima baixaria? Jackson que se prepare...

Na democracia de Sarney, só Roseana pode concorrer à eleição.
De outro modo ela perde...


4 comentários:

Pedro Mariano disse...

Prezado José Reinaldo,
Lula mudou de cor,virou camaleão!
O Jackson e o Flávio devem permanecer unidos. pois, o Sarney vai aprontar para esvaziar a candidatura do jovem socialista;Dom bigodon vai querer da golpe rasteiro no TSE contra Jackson na questão da impugnação da candidatura.O Sarney vai repetir o episódio do Anacleto o morto vivo, véspera da eleição.Vem de cano duplo!

Manuel L. Parreão Filho disse...

Meu caro José Reinaldo, com todo respeito que tenho à sua pessoa, permita-me discordar um pouco do senhor.

Que não devemos gastar tempo e energia atacando Lula eu concordo (em parte), tendo em vista não ser ele candidato. Apesar de saber que (na verdade) ninguém bate em Lula é pelo fato de ele estar bem nas pesquisas. É isso que deixa os adversários ou até mesmo os aliados de mãos atadas. Entendo que isso não é bom para o país, mas...

A classe política, as pessoas, ou melhor, o país está refém deste governo. Fosse um país onde o povo tivesse o mínimo de consciência política este presidente não teria tal avaliação. Um governo medíocre, um governo populista, um governo assistencialista, que não enxerga um palmo à frente do nariz. Gestão desta natureza só poderia ser bem avaliada aqui no Brasil e principalmente no Maranhão, infelizmente.

Pois bem, essa de dizer que o Lula não é o mesmo no Maranhão porque o Sarney não deixa, bem como afirmar que entende porque ele faz o que faz e que tudo é culpa do Sarney – são argumentos sem consistência e inaceitáveis. Desculpe-me a sinceridade, mas, são afirmações, no mínimo, ridículas. Faz-nos acreditar que vocês, que defendem esta tese, acham que o povo (é bem verdade que é a minoria) não pensa.

Na verdade Lula não está nem aí com o Maranhão, com seus aliados e muito menos com seus verdadeiros companheiros de luta. Lula é uma verdadeira farsa. Lula faz tudo que o Sarney quer é pura e simplesmente porque ele não tem coerência, não tem dignidade, não tem escrúpulo.

Qualquer pessoa - sem fazer o mínimo esforço para pensar - sabe que esse comportamento é simplesmente pelo poder. Lula tem consciência de tudo que faz. Lula não merece respeito de alguém que tem o mínimo de dignidade, principalmente de você que foi uma das maiores vítimas dele quando governador.

Bom, independente das minhas discordâncias, eu entendo que você é peça fundamental, aqui no Maranhão, para mudar esta realidade que nos encontramos. Acredito nas pessoas providas de dignidade e caráter. E você provou tê-los. Minha esperança é que o nosso Maranhão se torne, o mais breve possível, verdadeiramente livre. Abraços!

Anônimo disse...

Por que esse medo do Sarney.
Se vc foi tão bom como Governador vc ganha.

James disse...

Caro José Reinaldo,

Permita-me discordar de você. O Lula do Maranhão é sim o mesmo do resto do Brasil. É o mentiroso, aquele que tem muitas caras e faz tudo para poder se manter no poder. Não peça para os maranhenses para não atacar o Lula, ele deve ser atacado e desmascarado por todas as mentiras que ele representa com as propagandas enganosas da sua administração. O próprio Maranhão é vítima dessas mentiras com a "estória" da refinaria. Se o presidente ficou refém daquilo que representa o pior na política, é porque ele tem "rabo preso", portanto não vamos votar nos candidatos que ele defender, sobretudo no Maranhão, por tudo que já sabemos e sentimos.
O Lula fez muito mal ao Maranhão e vai fazer muito mais. Porque atender ao Sarney, continuará a ser prioridade para ele ou para a criatura que está tentando eleger pra substituí-lo, o que esperamos, não ocorra.
Se os políticos maranhenses tivessem vergonha na cara, a candidata do presidente não teria nenhum palanque no estado.
Portanto, na minha modesta opinião, o Lula é sim um grande adversário do Maranhão e nós maranhenses temos o dever de mostrar isso a ele.