quarta-feira, 16 de junho de 2010

Senadores do Maranhão votam contra o Maranhão

A velha história continua. O estado não tem senadores, pois os atuais votam contra o interesse do Maranhão. Sempre.

A última vez ocorreu na votação do Pré-Sal, quando entrou em votação a emenda do senador gaúcho Pedro Simon que determinava a distribuição de royalties do petróleo não mais apenas para os estados produtores (principais são Rio de Janeiro e Espírito Santo) e sim para distribuição igualitária para todos os estados do país. Rio e Espírito Santo, assim como os demais, não perderiam nada, pois o possível prejuízo seria coberto na parte da união, já que esta receberia também de outras fontes do Pré-Sal.

Isso representaria anualmente para o Maranhão, estado pobre e necessitado, mais de 1 bilhão de reais ano, uma ajuda considerável para reforçar ações na saúde, segurança, educação, infra-estrutura, etc. Quem poderia ser contra?

Pasmem, os senadores do Maranhão!!!

Lobão votou contra a emenda, assim como Mauro Fecury. Cafeteira não apareceu. O governo federal queria manter tudo como estava, agradando o Rio e o Espírito Santos, e os senadores do Maranhão mandaram as favas o interesse fundamental do estado e votaram contra atendendo o desejo do governo federal.

É a primeira vez? Não, é sempre. E olhe que os senadores estão lá para defender e representar os seus estados, o que no caso do Maranhão não existe.

É ou não é preciso mudar e eleger senadores comprometidos com as causas e interesses do Maranhão?

Link Original

Um comentário:

JOANILSONBART disse...

de onde veio a informação que eles votaram contra?

meu email pra resposta,

joanilsonbart_17@hotmail.com